🎯 Porquê Google Ads? 8 Fatores cruciais

google ads

Lutar para obter tráfego nos nossos sites ou landing pages (LP) é bastante comum, especialmente para marcas que estão a começar a dar os primeiros passos no online. Pois como sabemos demora  bastante para nos estabelecermos em qualquer setor, conseguirmos encontrar o ângulo certo de comunicação e manter sempre os métodos de marketing digital mais eficientes. Pay-per-click (PPC) é uma maneira de introduzir mais variedade e atingir um público-alvo novo e que desconhece a nossa marca/produto.

E acontece que o Google Ads é uma das melhores plataformas PPC no que toca a trazer o tráfego (usuários) mais qualificado para o nosso site/LP.

 

Posto isto apresentamos os 8 factores cruciais para começar a usar o Google Ads:

 

#1 – É mais rápido que o SEO

A otimização dos motores de busca é uma grande parte de uma estratégia de um negócio que queiramos que seja bem-sucedido contudo é um processo a longo prazo. Em alguns casos existem marcas que se encontram em mercados mais competitivos e é preciso esperar meses até ser possível ver resultados. E como sabemos existem clientes/marcas que não podem esperar tanto tempo para alcançar resultados.

Por isso o Google Ads é uma ótima alternativa se desejamos obter tração e obter visitantes no site ou LP de um modo rápido.


#2 – O Google tem um vasto alcance

Segundo dados do SeoTribunal são feitas cerca de 63.000 pesquisas por segundo no Google todos os dias. Por este simples dado conseguimos perceber a oportunidade que temos no Google através da quantidade de público que existe e todas as suas necessidades inerentes.

Contudo o Google Search não é a única plataforma em que podemos divulgar a nossa marca/produto. Temos também a opção de aparecermos no Gmail e até mesmo no YouTube.


#3 Alcançar o Público Certo

Chegar a muitas pessoas é sempre bom para a nossa empresa/produto contudo devemos sempre chegar às pessoas certas e com critério. Pessoas que estejam realmente interessadas nos nossos produtos ou serviços. Caso contrário, toda a campanha não será eficiente e vamos perder dinheiro.

E para que isso aconteça existem dois métodos que permitem tirarmos o máximo proveito do nosso orçamento através desta plataforma.

O primeiro método e principal é a segmentação por palavras-chave. Fazer um bom apanhado de palavras-chave é uma das pedras angulares da criação de uma boa campanha em Google Ads. Deixemos que as pessoas que já estão a procurar produtos e serviços relevantes cheguem até nós.

O segundo método é a segmentação demográfica. Podemos nos concentrar nos interesses on-line gerais como é o caso da idade, sexo e localização do usuário.


#4 – Pague apenas por cliques 

Ajuda a que o dinheiro não seja desperdiçado. Tudo o que irá pagar será apenas por cliques, como sugere o nome pay-per-click.

Os anúncios que aparecem para as pessoas são ótimos por si só porque aumentam o reconhecimento da marca. Mas uma empresa deve atrair os clientes e concentrar-se nas vendas. Portanto, um clique e uma visita ao site ainda valem mais do que qualquer outra coisa nesse caso. E o facto de pagarmos apenas quando alguém clica significa que o nosso orçamento não é desperdiçado com impressões.


#5 – Campanhas de Remarketing

Todos os visitante do site são um potencial cliente. No entanto, esperar que a maioria dos visitantes gaste dinheiro pode ser prejudicial pois o seu processo de compra pode ser bastante alargado. Os clientes podem chegar ao nosso site mas podem ainda não estar convencidos de que a compra vale a pena ou não ou que a nossa marca é de confiança.

No entanto, dado que eles visitaram em primeiro lugar, existe aqui uma boa probabilidade de conseguirmos converter estes usuários em clientes e que gastem dinheiro/ou deixem lead, mesmo que não o tenham feito na primeira vez. O remarketing é outro recurso fornecido pelo Google Ads e através desta estratégia podemos veicular anúncios relevantes para visitantes que já tinham visitado o site e consequentemente reavivar o interesse deles em voltar.


#6 – Melhorar campanhas através do Analytics

É difícil realizar uma campanha bem-sucedida à primeira tentativa. Mas, graças à integração do Google Ads com o Google Analytics, é possível acompanhar dados detalhados e melhorar a nossa campanha numa base diária. É possível analisarmos dados como o bounce rate, páginas mais visitadas, idade dos usuários, horário com mais visitadas entre outros dados.


#7 Formatos do Google podem ser mais atraentes do que resultados orgânicos

O Google lança várias atualizações e versões de anúncios como é o caso da lista de produtos.  O Google ao fazer isso e a dar diversidade de anúncios sabe que irá receber mais cliques e isso significa mais receita. E mais cliques também é bom para as empresas que tem novas ferramentas para aparecerem. Portanto, aproveite esses novos formatos e extensões de anúncio.


#8Ajuda a vencer a concorrência

Devido à velocidade do google Ads, quando em comparação como SEO, temos uma grande vantagem sobre os nossos concorrentes. Pois se estivermos a aparecer no Google o nosso site receberá mais cliques das pesquisas dos usuários do que todas as outras empresas do seu setor que não estejam presentes.

Mas e se eles também já estiverem a usar o Google Ads?

Segundo o Moz, 80% dos resultados da pesquisa agora contém anúncios. Além disso, esses anúncios cobrem até 85% do espaço acima da dobra na página de resultados. Isso não significa apenas que o Google está a lucrar bastante, demonstra que o Google Ads está virado para a óptica das empresas que procuram lá estar presentes através de anúncios.

 

google ads

Podemos então considerar o Google Ads uma maneira mais barata de aumentar o tráfego do site e vendas pela internet, com um total controlo dos custos, retorno totalmente mensurável, agilidade, segmentação e alcance imediato.

Leave A Reply

10 − 5 =